Make your own free website on Tripod.com
 
 
 
 

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

HOMO POLUENTIS

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<
 
 

 

 

Fico grandemente surpreso quando tomo conhecimento
da resposta que recebeu a "National Audubon Society"
(uma das mais antigas organizacoes
ambientalistas dos Estados Unidos,
com meio milhao de associados),
após consulta aos principais cientistas americanos,
para elaborar uma lista de resolucoes pessoais
que podem contribuir para preservar a vida na Terra.

Eis o resultado, resumido em 10 itens:
01- Comer verduras.
02- Preservar a vida no mar.
03- Apoiar as leis de protecao ao meio ambiente.
04- Adquirir eletrodomesticos de baixo consumo de energia.
05- Apagar as luzes sempre que deixar um aposento.
06- Dar preferencia aos veiculos que consomem menos gasolina.
07- Andar a pe ou de bicicleta.
08- Plantar uma arvore.
09- Reciclar o lixo.
10- Evitar o consumo de papel.
 

Alguém poderia me explicar
porque tão brilhantes celebridades
não incluíram como contribuição maior ou única,
a eliminação (ou redução, para sermos menos radicais)
da maior e única causa  de destruição do Planeta?
Ou seja, o ser humano, prepotentemente
auto-denominado de  Homo Sapiens.

E, a julgar por esta experiência com
nossos principais cientistas,
creio que teremos de assumir logo nossa condição
de Homo Tiriricus.

Minha proposta é a redução da população,
através de conscientização de todos
de que, para o atual estilo de vida,
o planetinha suporta apenas 1 bilhão de poluidores.
(Conforme a Revista Superinteressante de uns anos atrás.)
Uma redução em torno de 85 %.

Para não falar em redução do desemprego, violência,
depravação, banalização de chacinas e o inexorável
aumento valor da vida humana,
em função da lei da oferta e da procura.

Amar ao próximo é não produzir mais um concorrente
para disputar as migalhas que já não dão para todos.
É contribuir para que alcancemos uma justa distribuição
da renda/riqueza nacionais, atuando concomitantemente
no numerador e no denominador desta simples equação.
Da mesma forma que gostaríamos que agissem conosco,
se estivéssemos nas mesmas circunstâncias.

Nada compulsório. Nos termos da Constituição:

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Capitulo VII
Da Familia, da Crianca, do Adolescente e do Idoso

Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.

§ 7º - Fundado nos princípios da dignidade da pessoa humana e da paternidade
responsável, o planejamento familiar e' livre decisão do casal, competindo
ao Estado propiciar recursos educacionais e científicos para o exercício
desse direito, vedada qualquer forma coercitiva por parte de
instituições oficiais ou privadas.


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
 Por que negar à maioria da população o direito
de ter somente os filhos que julga ser, ela e a sociedade,
capazes de transformar em cidadãos plenos?

Não custa nada lembrar aos distraídos e hedonistas:
O excesso de população é provocado
pelo excesso de copulação.
 

 


Heitor Reis é Engenheiro Civil em Belo Horizonte, MG
Nenhum direito autoral reservado.
Use e abuse!
Críticas são bem-vindas.
Respondo polidamente à todas.

 

 


- Fale com Heitor Reis: heitorreis@brfree.com.br
- Leia textos de Heitor Reis publicados por terceiros clicando aqui.
- Visite também o outro site de Heitor Reis, Ditadura Civil no Brasil.

Voltar para a página inicial

 

clique aqui!
by Banner-Link